Igreja Missionária Unida - Ipiranga
Igreja Missionária Unida - Ipiranga

Tudo se fez novo


18/10/2011|


Textos: Ef: 4.24 e Jr: 18.1-6


Quando nascemos de novo em Cristo, entramos num processo de aperfeiçoamento. Como o oleiro que molda o vaso, Deus quer nos fazer segundo o seu coração.  “Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completa-la até ao dia de Cristo Jesus”. Fl: 1.6.

Que mudanças voce percebeu em sua  vida pessoal depois de conhecer a Cristo?

Mudança no comportamento, nas atitudes, nas emoções certamente já deve ter ocorrido, mas, se ainda não foi possível perceber uma mudança  como se esperava, não desista, ela vai ocorrer. O Poder de Deus nos transforma em uma nova criatura (cf. 2 Co 5:17).

Assim, vamos usar a ilustração de Jeremias 18:1-6 para entendermos melhor como se desenvolve esse processo, nos identificando como o vaso e Deus como o oleiro.

1. QUANDO O VASO SE ESTRAGA, DEUS É O ÚNICO QUE PODE REFAZÊ-LO.
 Fomos criados por Deus para vivermos uma vida plena. Essa transformação deve ocorrer de dentro para fora, do nosso interior para o exterior – (textos de apoio: Rm 3:23; Ef 2:2; 2 Co 4:16);

2. NESSE NOVO VASO NÃO PODE HAVER LUGAR PARA AS IMPUREZAS.
 O desejo de Deus é nos transformar em pessoas santificadas, e isso será possível através de uma vida totalmente consagrada a Ele. Ser puro significa que não contém misturas – (textos de apoio: 2 Co 7:1; 1 Ts 4:3; 1 Jo 1:7);

3. DEUS QUER NOS MOLDAR SEGUNDO A VONTADE DELE E NÃO A NOSSA.
Hoje, Deus nos orienta sobre a maneira de como devemos nos portar diante das circunstâncias e de como temos que proceder frente às mais diversas situações– (textos de apoio: Rm 12:2; Sl 37:5; Cl 3:10);

4. DEUS NOS MOLDA, MAS, TAMBÉM, NOS SUSTENTA E NOS TRATA COMO FILHOS.
Com uma das mãos, Deus retira as arestas, corrige as imperfeições, os excessos e, com a outra, nos sustenta e nos apóia. Deus não nos trata como objetos, mas, como filhos e, nessa qualidade nos reconhece como participantes de suas bênçãos. O que temos que fazer é permanecer nessa condição, independentemente do que pode acontecer na nossa vida – (textos de apoio: Rm 8:16; Sl 32:8; Jo 15:4).
Conclusão: Amados é preciso haver uma entrega total a Deus, e deixar o pai fazer do jeito dele para que possa sair um vaso perfeito e que honre aquele que o fez.
s os abençoe.

 


< voltar