Igreja Missionária Unida - Ipiranga
Igreja Missionária Unida - Ipiranga

Titulo: Para que o mundo creia no amor de Deus


17/06/2012|


 

Texto: II Co.3.1-3
 
Celula do dia 19  de junho de 2012
Para que o mundo creia no amor de Deus
Dois conceitos que o apóstolo Paulo ensinou aos irmãos de Corinto sobre sermos uma Carta Viva: compaixão e unidade.
"Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, produzida por nosso ministério e escrita... não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração.” II Co: 3.3
A compaixão é um conceito fundamental para que cumpramos o nosso papel como carta de Cristo aos homens perdidos. Temos que nos tornar mais e mais uma igreja que sente (e não apenas que projeta, que trabalha, que faz). O apóstolo Paulo diz que a mensagem de Deus em nós é escrita, "não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração".
Como podemos nos  compadecer de alguém?
Quando não temos a compaixão e o amor dentro de nós, o ministério se torna pesado. Se não houver amor em nossa alma, haverá enfado na obra. Vamos nos desanimar e nos tornamos críticos e sem vida.
Além da compaixão, o outro conceito embutido em II Coríntios3:3 é unidade. O texto não diz que nós somos "as" cartas, mas que nós somos "a" carta de Cristo.
Qual foi o clamor de Jesus à sombra da cruz? "Pai, que eles sejam um, como eu e tu somos um, para que o mundo creia que tu me enviaste" (Jo 17:21).
Efésios 4:3.  Obviamente, a unidade custa um alto preço. Nosso desafio é conviver na igreja com pessoas diferentes, de gostos distintos e, pior, todos trazendo seus próprios defeitos e limites. 
Conclusão: Espero que o espírito santo de Deus tenha despertado nosso coração para a importância de assumir a responsabilidade, permitir que o ministério dado a cada um de nós lhe produza frutos, submeter-se à unção do Espírito Santo, buscar um coração compassivo e esforçar-se para aperfeiçoar a unidade da igreja. 
 
 
 

< voltar