Igreja Missionária Unida - Ipiranga
Igreja Missionária Unida - Ipiranga


Sobre a Igreja



Igreja no tempo atual

A IGREJA MISSIONÁRIA UNIDA DO BRASIL (IMUB) é parte da Igreja do Nosso Senhor, edificada pelo próprio Jesus Cristo (Mateus 16.18). Jesus Cristo, o Unigênito Filho de Deus, nascido da virgem Maria, da descendência de Davi, cresceu e viveu sem pecado, pregou o Evangelho do Reino de Deus, morreu pelos pecadores, foi sepultado, mas ressuscitou ao terceiro dia, apareceu a muitos, subiu aos céus e breve há de voltar. No dia de Pentecostes, com o derramamento do Espírito Santo, os primeiros discípulos, cheios do Espírito Santo, começaram a pregar o Evangelho com todo poder e dinamismo.

Logo a Igreja nascente experimentou perseguições ferrenhas por parte dos judeus e dos imperadores romanos. Estes últimos, vendo contudo que não podiam lutar com a Igreja, fizeram-se seus aliados, cessando as perseguições. Por isso, com o passar dos tempos, a Igreja perdeu o dinamismo dos primeiros séculos, vindo a conformar-se com as formas e rituais externos, sem conservar o fervor interior. Nesses períodos todos, sempre houve pessoas e grupos sinceros, que buscaram uma vida espiritual mais profunda.

Quando chegou o século XVI, o mundo viu e sentíu a reforma da Igreja liderada por elementos intelectuais sinceros. Um dos grupos reformistas insistia no livre exame das Escrituras e na necessidade de uma experiência pessoal com Cristo para que alguém fosse batizado e membro da Igreja, separando a Igreja do Estado. Até então, mesmo entre as Igrejas da Reforma, eram considerados cristãos todos os que nasciam em Estados chamados cristãos, e todo cidadão era automaticamente membro da Igreja, batizando-se as crianças logo após o seu nascimento. Este grupo insistia em que a pessoa precisava "nascer de Deus" como um "novo nascimento" para que pudesse, então, ser batizada como testemunho de uma nova vida. Por isso, esses irmãos foram denominados "ANABA TIST AS". Entre os anabatistas houve um grupo expressivo de irmãos liderados por Menno Simmons, que posteriormente foram chamados "MENONITAS", insistentes em que a doutrina bíblica deveria ser acompanhada por princípios morais elevados e vida cristã genuína. Através dos anos, os menonitas cresceram e se espalharam por muitos países e continuam até hoje como parte importante da Igreja de Jesus Cristo. Atualmente há vários grupos menonitas pelo mundo inteiro.

Nos meados do Século XIX houve movimentos de despertamento e avivamento entre os menonitas, tanto nos Estados Unidos da América, como no Canadá. Em Ontário (Canadá), uma pessoa que experimentou este despertamento foi Salomon Eby, e em Indiana (EUA) foi Daniel Brenneman.

Liderados por estes e outros homens, alguns grupos menonitas - os Novos Menonitas do Estado de Ontário (CA) e os Menonitas Reformados do Estado de Ontário (CA) e do Estado de Indiana (EUA) - se uniram em 1879, formando os Menonitas Unidos. Estes, por sua vez, em 1883, se uniram aos Menonitas Evangélicos do Estado da Pennsylvania e aos Irmãos em Cristo do Estado de Ohio, formando uma Igreja com o nome de "Irmãos Menonitas em Cristo". Este nome permaneceu até 1947, quando foi mudado para "Igreja Missionária Unida".

Em 1969, a Igreja Missionária Unida uniu-se com a Associação das Igrejas Missionárias para formar, então, a "IGREJA MISSIONÁRIA" dos Estados Unidos da América e Canadá. No Brasil, a Igreja continua com o nome de "IGREJA MISSIONÁRIA UNIDA". A Igreja Missionária Unida é uma Igreja literalmente missionária. Desde 1890, quando seu primeiro missionário, Eusebius Hershey, foi para a Libéria, na África, mais de mil missionários têm sido enviados a dezenas de paises, em resposta à Grande Comissão de nosso Senhor Jesus Cristo. A Igreja Missionária Unida teve seu início no Brasil em 1955 com a vinda dos primeiros missionários Earl Edward Hartman e Donald Laverne Granitz e suas famílias, e, em 1956, Richard Lee Ummel com a sua família. Em julho de 1957 foi inaugurada a primeira Igreja Missionária Unida do Brasil, na cidade de Xambrê, no Paraná, com templo próprio; em julho de 1958 foi inaugurada a segunda Igreja, na cidade de Ribeirão Preto, em São Paulo, em dependências alugadas.

Desde aqueles princípios humildes, a Igreja Missionária Unida do Brasil tem crescido e se desenvolvido.

Em 1962 foi fundado e inaugurado o "INSTITUTO BíBLICO DE MARINGÁ", sendo seus primeiros alunos Antônio Iraníldo Rodrigues, Cleber Lacerda Neto, Edenias Jacó Da Silva, Elcy França, Mário Miki e Otília Oliveira Feca. Na mesma época criou-se o "CENTRO BíBLICO DE MARINGÁ" com a finalidade de divulgar a literatura cristã, a serviço de toda a comunidade Evangélica da região de Maringá, no Norte do Paraná. Ainda em 1966 estabeleceu-se em Maringá, o estúdio de Gravações "SACRO SOM" que constituía o Departamento de Rádio e Televisão da Igreja Missionária Unida do Brasil. Em 1967 a Igreja Missionária Unida do Brasil constituiu-se numa Entidade Jurídica, registrando seus Estatutos. Em 1973 foi adquirida uma propriedade, no município de Mauá da Serra, no Estado do Paraná, onde foi construído o "ACAMPAMENTO ÁGUA VIVA", sob a orientação dos missionários Donald Ralph Matteson e Ronald Tremain Faw, cuja finalidade é a evangelização através de acampamentos, retiros espirituais, encontros, congressos, etc., servindo toda a comunidade evangélica. Em janeiro de 1974 foram enviadas as primeiras missionárias brasileiras, Eni Pereira e Izabel Aparecida Dei Bem, em visita ao então Território Federal de Rondônia, onde já havia alguns membros da Igreja Missionária Unida e, em 1976, com a finalidade de expansão, foram enviados os primeiros missionários brasileiros em caráter permanente, Antônio Carlos Ramos e sua esposa Marlene do Amaral Ramos, sustentados com recursos da Igreja do Brasil.

Posteriormente o INSTITUTO BíBLICO foi desativado e em seu lugar passou a funcionar a Escola Evangélica de Maringá. A partir de 1997 a IMUB passou a usar o sistema de discipulado de pastores para formar seus pastores.

Assim, a IMUB tem sido, e continua com os mesmos propósitos de ser, uma igreja genuinamente evangélica, bíblica e missionária . A IMUB tem dado ênfase, em seu ensino, à necessidade de uma vida cristã pura e santa, com zelo missionário, em busca do cumprimento das ordens de Jesus, quando disse: "Ide, portanto, fazei discipulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado." (Mateus 28.19-20). Sob esta ordem, a meta da Igreja é atingir todo o território brasileiro, e até os confins do mundo.


Faça o download do estatuto da igreja.


História do Ipiranga



A Igreja Missionária Unida do Brasil iniciou o trabalho evangelístico no jardim Ipiranga, em Maringá, no ano de 1965, através do missionário Samuel Ross e sua esposa Eleonor, Estes missionários, juntamente com outros irmãos faziam o trabalho de evangelização, visitando a região de porta a porta.

Estabeleceram uma tenda na esquina da rua José Clemente com rua Padre Vieira, onde deu-se inicio aos cultos evangelísticos ampliando seu alcance com a ajuda de auto-falantes. Pouco tempo depois alugaram um galpão, apenas coberto, mais parecido a uma churrascaria, onde passaram a realizar os cultos até 1968.

Em março de 1968 o missionário Paulo Mast, representando a Igreja Missionária Unida do Brasil, comprou o terreno na rua Padre Vieira, 151, e iniciou-se a construção do novo templo.

Em 28 de julho de 1968 foi inaugurado o templo da Igreja Missionária Unida do Brasil, sendo realizado um culto solene, celebrando a Deus com ações de graças pelo pastor e missionário Samuel Ross. Em 13 de maio de 2005 a Igreja Missionária Unida do Brasil passou a ser denominada oficialmente IGREJA MISSIONÁRIA UNIDA IPIRANGA.


Fotos Históricas




Fotos Chácara